Resenha do livro “Quando eu voltei, tive uma surpresa”

Passados 50 anos da aplicação do Golpe Civil e Militar que nos jogou numa terrível ditadura, lemos durante as aulas de Português o livro “Quando eu voltei, tive uma surpresa”, escrito por Joel Rufino dos Santos, publicado pela editora Rocco e indicado pra gente por nossa professora de História, Andréia Mascarenhas. Após ler o livro e conversar sobre ele, dividimos a turma em duplas e trios para escrevermos resenhas. Depois escolhemos a que mais gostamos (a do Luigi e do Lorenzo) para publicar aqui. É esta:

Esse maravilhoso livro é feito por cartas do Joel para o Nelson (filho do Joel) pois Joel estava preso por acreditar na liberdade.

O Joel não queria falar tudo o que estava acontecendo de verdade com ele na prisão porque não queria magoar o Nelson, o que era muito legal.

Nas cartas, Joel era muito carinhoso e gentil com o querido Nelson, escrevendo histórias estranhas, bizarras e engraçadas, colocando desenhos e fotos de assuntos que o filho gostava.

Conforme o tempo foi passando, Joel, na cadeia, aprendeu a desenhar melhor e a fazer objetos com couro, como cintos e bolas.

Em várias cartas Joel dizia que o juiz avisava que ele iria sair logo da cadeia, mas ele não era liberado e isso é triste pois ele se sentia enganado e as saudades do filho aumentavam. No fim, porém, ele conquistou a liberdade.

Hoje, na nossa opinião, Joel deve sentir muita falta dos amigos que fez na cadeia.

 

Categoria: Sem categoria Tags: , , .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *